As melhores actividades para proteger as suas articulações

O desporto intensivo prejudica as articulações, mas a falta de exercício físico fá-las envelhecer mais rapidamente. A actividade física ideal, reforça a musculatura, protege as articulações e permite desfrutar de um corpo com flexibilidade e sem dores.

Estar em boa forma física limita também os riscos de traumatismos como entorses e luxações que favorecem o aparecimento de artroses. Mexer-se regularmente ajuda a manter um peso estável. O sobrepeso é particularmente prejudicial para as articulações dos joelhos.

Mas tranquilizem-se aqueles que não são desportistas, pois não estamos a falar de preparação para a maratona. Para a maioria, trata-se em primeiro lugar, de lutar contra o sedentarismo.

Articulações

A MARCHA TONIFICA O CORPO DOS PÉS ÀCABEÇA

Acessível a todos, em todas as idades, a marcha promove a manutenção física de forma suave. Caminhar uma meia-hora por dia, a bom ritmo, sem velocidade excessiva, é suficiente para tonificar os músculos das pernas. Balançar os braços, permite trabalhar os músculos dos ombros, dos braços e das costas. Para caminhar, basta um simples par de sapatilhas confortáveis. Para um efeito adequado, deverá caminhar diariamente pelo menos 6 000 passos, mas atingir 10 000 passos será ainda melhor.

Uma caminhada de 30 minutos, corresponde a 2,5 km e a 4 000 passos.

A BICICLETA FAZ BEM AOS JOELHOS

É um excelente meio de transporte na cidade e no campo. Andar de bicicleta deve ser praticado sem moderação (mas com capacete!). Características específicas que beneficiam a saúde: tonifica os músculos das pernas e reforça os ligamentos tornando-os mais flexíveis e, portanto, menos sujeitos a tendinites. A força exercida ao nível das articulações, sobretudo do joelho é bem mais fraca do que aquela que é exercida na corrida. Logo, a bicicleta não é prejudicial quando as articulações dos joelhos são frágeis. A bicicleta fixa é também uma boa solução.

A NATAÇÃO PROMOVE A MUSCULAÇÃO DE FORMA SUAVE

Ir à piscina uma vez por semana é recomendado. Com efeito, o facto de estar dentro de água, faz com que os músculos e as articulações trabalhem sem se traumatizarem. A natação é recomendada a todos, qualquer que seja a idade, o peso ou a condição física. É mesmo possível combinar a bicicleta com a actividade náutica como a aquabiking. Contudo, existem duas restrições: 1) não praticar bruços quando tiver lesões da coluna vertebral; 2) não é aconselhada quando as articulações dos joelhos estão fragilizadas.

ATENÇÃO AOS TRAUMATISMOS DESPORTIVOS

Uma actividade desportiva demasiado intensa, demasiado frequente, não é boa para as articulações. Mas este risco diz respeito sobretudo a desportistas profissionais ou a fanáticos da maratona. No entanto, não nos devemos esquecer que os traumatismos (entorses e luxações) devidos a actividade desportiva exercida na adolescência, aumentam o risco de desenvolvimento de uma artrose anos mais tarde. Sobretudo se não forem correctamente tratados e recuperados.

Em caso de pequenos traumatismos durante um jogo ou actividade desportiva pontual, o melhor é pôr a perna em repouso e ir ao médico. Os desportos mais agressivos para as articulações são o futebol, o rugby, o basquetebol, o voleibol e o andebol.

Mexa-se! Pela sua saúde!

« voltar