Dia mundial do coração (29 de Setembro): e se cuidássemos dos nossos dentes?

E se cuidássemos dos nossos dentes?

 

Sim, está a ler bem. A ligação entre saúde dentária e saúde cardiovascular não é evidente de imediato. No entanto, por ocasião do Dia Mundial do Coração, médicos dentistas e cardiologistas estão de acordo e recordam que cuidar dos seus dentes é também cuidar do coração.

Explicação: uma cárie não tratada, umas gengivas doentes constituem uma verdadeira porta de entrada para as bactérias e as toxinas. As bactérias presentes na boca podem migrar para a circulação sanguínea e alojar-se no coração, podendo dar origem a uma endocardite. A endocardite é uma inflamação da parede de revestimento interior do coração e das válvulas cardíacas. Quando a origem é infecciosa, pode ser mortal. As doenças da boca são a primeira causa de endocardite infecciosa.

Os médicos dentistas reafirmam que está completamente provada a associação entre saúde cardiovascular e saúde buco-dentária e recordam que é essencial relatar ao seu dentista todos os antecedentes cardiovasculares: hipertensão arterial, aterosclerose, enfarte do miocárdio, AVC, etc.

Como proteger os seus dentes (e o seu coração)? Escovar os dentes pelo menos duas vezes por dia durante dois minutos, passar o fio dentário uma vez por dia e visitar o dentista regularmente. Paralelamente, fazer uma alimentação equilibrada, deixar de fumar e limitar o consumo de álcool.

« voltar